Dicas sobre o que fazer em um Domingo

domingo, 29 de março de 2015


Faz mais ou menos umas duas semanas que postei na página do Facebook que eu estava preparando um post sobre coisas para fazer em um Domingo - porque esses são os piores dias da semana já que parecem ter um talento especial para gerar preguiça nos seres humanos. A ideia seria de que o post saísse mais cedo, porém houveram algumas mudanças no cronograma de postagens do Blog e acabei empurrando isso para depois. Depois Hoje. 

É sempre muito difícil se concentrar em trabalhos e coisas mais sérias no Domingo então darei algumas dicas sobre o que normalmente eu faço em dias assim.



Trabalho de Pigmentos da Cor da faculdade.


1. Adiante trabalhos sem realmente estar fazendo o trabalho.

Ana, como assim? Como eu posso adiantar um trabalho sem estar fazendo ele? Na minha faculdade a maior parte dos trabalhos eu preciso fazer desenhos ou mexer com tinta - das aulas práticas - e isso são coisas que eu costumo fazer no meu dia a dia por diversão, por hobby (ainda que alguns trabalhos sejam cansativos e demandem tempo). Mas eu também tenho as aulas teóricas que passam projetos que você precisa estudar ou ler. Então a minha dica é: você não precisa sentar e fazer o relatório para estar estudando. O professor falou sobre Segunda Guerra na aula de história? Procure algum filme que trate do assunto e assista. E pode até levar isso pra outras matérias: em física, assista a Teoria de Tudo que fala sobre o Stephen Hawking . É uma maneira legal de "estudar" e se inteirar um pouco mais sobre o assunto. Não quer ver filme e sim, ler? Existem vários livros com temáticas históricas: a série 1808 é ótima para quem quer saber um pouco sobre a História do Brasil (embora o livro traga muita ficção). 


Já mostrei minha agenda do blog por aqui e trago ela de novo para ilustrar a dica número dois.


2. Arrume seu quarto ou tire um tempo para se organizar.

Essa dica talvez dê um pouco mais de preguiça, admito. Mas Domingos são ótimos para colocar as coisas no lugar. Seja sentar e anotar todos os afazeres da semana na sua agenda - e colocá-los em dia. Seja arrumando o quarto, ou fazendo uma limpeza no armário. Inclusive, essas reorganizações de guarda-roupa são ótimas para achar dinheiros escondidos. Ou até para lhe lembrar de roupas que você havia se esquecido que tinha. Pode dar aquela vontade de não fazer de início ou aquela sensação de que sua cama é muito melhor, mas depois que você se envolve na atividade o tempo passa que nem sente. Caso não tenha paciência para fazer isso sozinha chame alguém para lhe ajudar - pode ser sua mãe, sua avó ou até uma amiga. 


Meus fones de ouvido, por vezes, me salvam em Domingos.


3. Ouça música.

Tá difícil e complicado de arranjar disposição mesmo não é? Tudo bem, então. Não precisa sair da cama para por em prática essa dica. Quando foi a última vez que você ouviu música só por ouvir e não para fazer o tempo passar mais rápido ou como um meio de distração frente a uma tarefa chata? Enquanto estiver deitada na cama você pode fazer isso. Eu vou te dar três opções. A primeira, você pode escolher um CD e ouví-lo do início ao fim, assim você entra em um contato maior com o artista e de repente até compreende melhor o que ele quis passar com suas músicas - fica mais fácil quando ouvimos dentro de um contexto, no caso, o CD. Você pode ouvir playlists e conhecer músicas novas - no Spotify existem várias playlists ótimas, é o meu aplicativo favorito quando quero conhecer novos estilos e cantores. Ou você pode simplesmente pegar o seu celular, deixá-lo no modo aleatório e ir ouvindo: mas aqui vai um desafio não pule as músicas que forem aparecendo. Você vai se divertir, se for como eu que nunca atualiza as músicas do celular, ao descobrir quantas músicas você ainda tem no seu celular que você não ouve mais. 


Bombons everywhere! Amo comer chocolate, especialmente perto da Páscoa.


4. Coma porcarias e fique em dia com a sua série.

Domingo também é dia de descanso. Você não vai morrer se tirar um dia da semana inteira para não fazer nada além do que gosta, como comer muita porcaria (aí vai da imaginação: vale chocolate, pipoca, biscoitos, Pringles, etc) e estar em dia com a sua série favorita. Sabe? Aquela que você está há séculos prometendo para si mesma que vai tirar da geladeira. Aquela que você parou de ver por falta de tempo... Vale tudo no Domingo, só não vale se sentir mal por estar fazendo algo que gosta, afinal, você estudou a semana inteira e merece ter esse tempinho só seu.


Ganhei essa garrafinha com um origami preso, já vi Diy's dela por aí e é super fácil e rápido de fazer. Acho ela linda, linda.


5. Tire o dia para fazer projetos do tipo Do It Yourself.

Sempre que quero criar ou por em prática algo que vi na internet, prefiro separar um dia para fazer isso. Então se eu quero customizar roupas, criar objetos de decoração ou simplesmente rearrumar os móveis do quarto vou me organizando e separando os materiais para que no Domingo eu possa colocar tudo em prática. É só comprar tudo que falta durante a semana e no final pôr em prática tudo de uma vez, assim você não precisa ficar fazendo um a cada dia. 

Espero que tenham gostado do post de hoje e por coincidência saiu num Domingo. Juro. Depois me contem se deu certo, se o que eu falei ajudou a tornar esses dias um pouco menos monótonos. 

TAG: Meu Blog e Eu

quarta-feira, 25 de março de 2015

Fui marcada pela Carol, do Blog Detalhes de Casada, para responder essa Tag. Como nunca havia feito isso por aqui antes achei que seria algo legal para trazer pro Quero Mais Pizza.

Sem mais delongas, vamos às perguntas:

Por que você criou o Blog?

Foi mais ou menos em 2011 quando comecei a escrever, lá numa comunidade do Orkut chamada Só Webs. Escrevia histórias de ficção para me entreter e entreter os outros. Foi a partir dela que conheci não apenas pessoas meravilhosas, como também tive meu primeiro contato com uma plataforma parecida com a do Blog: o Tumblr. Criei meu Tumblr no final desse ano e fiquei com ele durante dois anos. Volta e meia postava um ou outro texto, até que fui parando e parando e de repente: não escrevia mais nada fazia um ano e meio. Foi em Dezembro de 2013, mais especificamente, no dia 15 que resolvi criar o Blog. Esse Blog. Em uma das minhas tentativas de voltar a ter esse contato com a escrita. E até hoje vejo o QMP como um incentivo para me renovar e melhorar sempre. Tá funcionando, não é? 

Como você escolheu o nome do Blog?

Inicialmente eu ia colocar a mesma url do meu tumblr pessoal (let-itbepizza), porém queria algo mais brasileiro. Não queria um título com palavras americanas. Sempre fui muito apaixonada por Pizza e eu já tinha mais ou menos em mente que o título poderia ter algo relacionado. Se não me engano, nesse dia eu estava com vontade de comer Pizza e meus pais não queriam comprar, aí pensei Quero Pizza e pra Quero Mais Pizza foi um pulo. 

Quando o seu Blog foi criado?

Então, eu falei ali em cima, foi no dia 15 de Dezembro de 2013. E de lá pra cá muita coisa mudou.

Qual o principal assunto abordado pelo seu Blog?

Tudo que tem a ver comigo. Tento não focar em uma coisa só, pois acho que acaba ficando muito maçante e repetitivo. Mas quando perguntam sempre falo que meu Blog é sobre Moda, Dicas e Assuntos Polêmicos.

Quem fez o Layout? 

Atualmente, o Layout é free. Peguei em um site, pois não estava podendo pagar à época. Porém em alguns dias estarei mudando para um exclusivo e vou fazer um post sobre isso contando quem fez e divulgando o trabalho. O Layout novo está ficando lindo demais e espero que vocês gostem.

Fale um pouco do Layout e o que ele representa.

Meu atual Layout - apesar de ser free - achei que combinou bastante comigo por causa das cores. E também porque, diferente do meu primeiro Layout, tive a oportunidade de adaptar o meu Banner - fiz com Manipulações de Imagens no Photoshop. E isso deu um pouco de personalidade a ele. Mas em relação ao novo que deve entrar em, no máximo, uma semana: acho que as cores me representam bem mais, assim como o modelo minimalista (sim, ele é simples).

Pensa em fazer do Blog um trabalho?

Sempre tento não pensar nisso. Se o meu blog, eventualmente, tiver que trazer dinheiro, ele vai trazer. Mas não fico procurando, por enquanto estou feliz apenas escrevendo sobre o que me faz bem. Se algum dia ele vier a ser um trabalho, vejamos como vai ser. Porém não, esse não é o meu foco.

O que você diria para as blogueiras que começaram agora?

Acho que o mais importante é: não crie um blog a menos que você tenha certeza de que é isso que quer. Blogs não são glamour, dinheiro e produtos. São dias sem inspiração, ideias vindas fora de hora, madrugadas escrevendo, manhãs respondendo e-mails, comentários, tardes divulgando seu trabalho, ir a eventos, aprender a fotografar, aprender a editar, aprender HTML, investir no Blog (em outras palavras gastar dinheiro antes de receber), quebrar a cabeça para fazer conteúdo original, atualizar as redes sociais todos os dias, manter contato com outras blogueiras e conciliar tudo isso com a sua vida social. Não é fácil, é difícil, mas o alívio de ver as suas postagens em um cantinho só seu recebendo reconhecimento (mesmo que pouco) de algumas pessoas não tem preço, nem valor. A sensação que fica é maravilhosa.

E agora é a minha vez de escolher uma pessoa: vou convidar a Lis (do Estilo pra Vida) e a Bruna (do It's Cute) para responderem essa pra mim. 

Rio Fashion Day - Parte Dois.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Estou de volta com a segunda parte do Rio Fashion Day - ao qual compareci no Sábado e no Domingo. Hoje vou continuar a mostrar as melhores marcas que deram as caras por lá. Vem comigo que o post está cheio de acessórios, mochilas, roupas incríveis e tem até comidinha. No final ainda mostrarei o que as meninas usaram durante o evento - looks incríveis para você se inspirar.

Como eu mencionei ontem, o RFD é um evento de moda que reúne várias marcas que estão começando no espaço virtual. A maior parte são de meninas jovens cheias de novidades para mostrar e com um talento maravilhoso.

Acontece todo mês e o próximo será nos dias 11 e 12 de Abril, então anota aí na sua agenda. Quem sabe mês que vem a gente não se esbarra?


A Lotus foi de longe a minha marca preferida. Com estampas étnicas, florais, tropicais, geométricas... você encontra de tudo. A Renata, uma das donas da marca, faz as roupas e arrasa: nota-se pelo vestido acima. Ela é uma fofa, virou minha amiga. O estande dela fez o maior sucesso, vi muita gente olhando, pegando, querendo experimentar as roupas. Não é para tanto que os kimonos (que custavam R$88,00) acabaram. Se estão morrendo de amores pela Lotus tanto quanto eu estou corre lá na Página do Face e na Conta do Instagram. Outros contatos através do e-mail: lotus.contato@gmail.com ou dos telefones da Renata (21 983564211) e da Talita (21 983827666).


Eu fiquei apaixonada pelos acessórios da Cariocas Bijoux. Cada brinco maravilhoso e as cores eram bem alegres e se harmonizavam entre si de um jeito muito belo no estande. Como todas as meninas, a Sandra foi muito simpática comigo. Senti uma inspiração baiana com boho nas bijuterias dela. Adorei. Visita lá a Página do Face e o Insta para se apaixonar também. Ou entre em contato através do e-mail: cariocasbijoux@gmail.com e do Whatsapp (21) 975226624.


Está cansada de todo início de ano ter que ir atrás de uma mochila e se deparar com preços absurdos? E a mochila nem é tão legal assim? Bom, seus problemas em relação a isso acabaram: a Maria Marioca oferece várias com estampas belíssimas - e o melhor diferenciadas, você não vai achar em nenhuma outra loja - e por um preço acessível. Cada mochila custa R$109,00. Olha a de abacaxis como é uma graça. A Andrea (dona da loja) também faz bolsas do tipo saco (foto) e de mão. Cada uma mais linda que a outra. Corre logo na página do Face e garanta a sua bolsa do ano que vem. Ou então mande uma e-mail para ands40@hotmail.com e ainda no telefone (21) 991054091.


Se você faz o tipo alternativa que ama camisetas exclusivas e com referências a Cultura Pop, então precisa conhecer essa loja. La Pelicula traz várias estampas incríveis. Olha só essa blusinha da Frida que amor. Teve uma cheia de Stormtroopers (de Star Wars) imitando Pop Art - eu babei demais. E se você tiver um namorado: melhor ainda, a loja oferece camisas masculinas também. Olha a do Flash ali em cima (legal, né?). A dona é muito simpática e olha isso gente, minha xará também. Você pode falar com a Ana Brettas através do seu telefone (21) 976225351 ou e-mail lapeliculashop@gmail.com. Aproveita e visite a página do Face, o Instagram e o Site da Loja


A última loja de bijuteria que falarei por aqui foi a minha favorita. A Dona May. Muita influência hippie e boho, seus acessórios carregam bastante pedrarias. Eu comprei um colar de triângulo maravilhoso por R$25,00. A Mayra (dona) é muito adorável e ela tem um sorriso lindo demais - reparem só, na primeira foto. Muitos colares parecidos com os que você encontra por lojas alternativas afora do tipo urban outfitters e também, no lookbook. Corre no Face para curtir a Página e siga o Instagram dela para receber novidades. Pode entrar em contato, também, através do e-mail donamayacessorios@gmail.com ou telefone (21) 991549806.


A Logaviv foi outra das marcas que eu mais gostei no evento. Os vestidos estavam lindos e as estampas adoráveis. Bem no estilo girlie e romântico com muitas estampas florais. Os vestidos eram soltinhos com um leve quê de rodado. A dona, Priscilla Lopes, se veste super bem (foto acima) e é muito fofa. Sinceramente? Queria levar todos, não conseguiria escolher apenas um. Para mais informações entre na página do Facebook. Ou fale com a Priscilla através do Whatsapp (21) 964486421 e e-mail: atendimento@logaviv.com.br.



Para as famintas de plantão - tipo eu - a Jully's Bakery faz doces incríveis. Só de ver a arrumação da mesa já me deu uma água na boca. Os ovos de páscoa recheados estavam lindos e os brigadeiros... Que amor! Ah, por essas delícias até vale escapar da dieta por um dia, vai. Se você ficou na vontade - como eu estou agora, enquanto escrevo esse post - vai lá no Face ou no Instagram e faça já o seu pedido. Pode fazer pelo Whatsapp também: (21) 983079197.


A Levita - a última marca do post - trazia roupas mais sérias e adultas e ao mesmo tempo divertidas. Tem como não achar o short de pássaros fofo? E o cardigan rosa? Outra dona fofa que ficou conversando comigo por horas a fio. Eu babei na camiseta floral que estava atrás do manequim, mas me distraí e acabei esquecendo de tirar a foto - me perdoem. Mas a boa notícia é que vocês podem conferir por si mesmos no Facebook e entrando em contato através do e-mail levitario@gmail.com. Ou pelo telefone: (21) 979893250.

E para encerrar, tirei fotos também dos melhores looks que encontrei durante o evento. Todas as meninas foram muito simpáticas comigo. Adorei conhecer todas elas - e fotografá-las, é claro.


E aí? Qual marca vocês gostaram mais? E qual foi o look preferido de vocês? Me contem nos comentários ou acessa a página do blog e me fala por lá.

Espero que tenham gostado da segunda - e última - parte do Rio Fashion Day. Até o próximo post.

Rio Fashion Day - Parte Um.

domingo, 22 de março de 2015

Hoje eu vim apresentar para vocês um evento que acontece todo mês aqui no Rio de Janeiro - mais especificamente, na Tijuca: O Rio Fashion Day.

Visando a união da moda, da gastronomia, da arte e da música em um só lugar, esse acontecimento traz marcas que estão surgindo no âmbito carioca através da internet. O Rio Fashion Day oferece degustação de comida e bebida, música boa e um ambiente extremamente bem decorado e agradável. A entrada é franca e um público de todas as idades e gêneros pode se deliciar com as maravilhas vendidas ali. O evento começa às dez da manhã e termina às quatro da tarde, no sábado, e no domingo, termina às três. E eu, é claro, fui correndo registrar o melhor que tinha por lá. Tirei fotos dos vários estandes expostos e conheci meninas maravilhosas - que dotam de um talento absurdo e merecem com toda certeza todo o sucesso que conseguirem.

Espero que gostem desse tour pelo RFD e aproveitem para conhecê-lo ao vivo, no mês de abril (nos dias 11 e 12).



Criada pelas lindas da Patrícia e da Karine, a Odete Moda trás para gente um estilo despojado, porém feminino. Com muitas estampas florais e étnicas, tudo isso junto de tecidos leves e frescos. Você vai encontrar muitas regatas e croppeds soltinhos, saias e vestidos rodados e camisas estampadas. Para conhecer a loja basta ir na página do facebook ou na conta do Instagram. Os preços variam de R$36,90 até em torno R$79,90 e elas aceitam cartão (com Pag Seguro).


A Hypset Clothing é uma marca única, cuja dona Anna (foto acima) utiliza de muitas estampas étnicas remetendo a um estilo meio Boho. Macaquinhos decotados, calças flare, shorts de cintura alta, croppeds e vestidos mais soltos compõem a arara desse loja. É para se apaixonar e o melhor: preços super em conta! Macaquinhos e vestidos por R$59,00. O cropped custa R$40,00 (e eu garanti o meu). A calça R$79,00. Vale ou não vale? Para mais informações visite a página do face ou a conta no Instagram.


Com bijuterias bonitas e elaboradas, a Rafaela reservou um espacinho super fofo para mostrar suas joias. Os aneis são maravilhosos e vários colares remetiam a um estilo meio cigana. Muitas pedras e prata. Como eu passei bem rápido por esse estande não sei afirmar o valor, mas eu garanto que vale a pena dar uma olhada.  Quer falar com ela? Sem problemas: acesse a página do face, a conta no Instagram ou o Site da loja. E caso fique interessado em algum produto pode entrar em contato através do e-mail nairasbijoux@yahoo.com.br ou do telefone 21986014174.


Acho que a minha parte favorita desse evento foi ver a mistura de estampas, não só em relação um estande ou outro, mas também dentro da própria loja ou dentro de uma mesma roupa. Esse vestido da marca Lust ficou uma graça misturando o listrado com o floral sem parecer muito exagerado. E se você morreu de amores tanto quanto eu, corre atrás de um através da página do face, do Site da Loja ou do E-mail: contato@lustmoda.com.br.


Confesso que meu tempo nesse estande foi pouco, mas as peças que vi achei uma graça. A começar pela regata étnica com o detalhe do bolso vermelho, custava apenas R$39,99. Então vi o vestido de margaridas e achei um amor, até porque sou apaixonada por essa estampa em especial. Com uma pegada bem vintage - até a decoração e a etiqueta expressam isso - esse estande estava transbordando de gente. Vi muitas meninas e mulheres olhando e zapeando através de tecidos e mais tecidos. O que achei muito justo, pois as roupas eram de babar. Não acredita? Veja você mesmo na página do face ou na conta do Instagram. Ou então visite a loja física: Rua Santa Clara, 33. Loja 820, Copacabana - Rio de Janeiro (telefone: (21) 31280280).


Com um tema jovial e divertido, as bolsas, caderninhos e carteiras levam uma estampa incrível nessa lojinha. Fiquei apaixonada pela bolsa preta de coroas e além dessa tiveram duas carteiras que amei: uma de flamingos e outra com um tema meio londrino (posto as duas no Face depois). A dona é super fofa e simpática, conversei com ela e com a sua mãe por um tempo - ambas adoráveis. E os preços eram igualmente adoráveis: a bolsa da foto custava - acredite - apenas R$40,00. Contatos através da Página no Face, conta no Instagram e no Elo7.  Ou ainda pelos telefones (21) 31725456 e (21)987650415 ou pelo e-mail: didizoca@bol.com.br.


Para as loucas por óculos de plantão, tinha lá também. De diferentes estilos e modelos - todos maravilhosos. Os preços variavam de R$59,90 a R$119,00. Dentre os meus favoritos estavam esse redondo com o aro branco, achei ele incrível. Para mais informações visite a página no Facebook ou o Instagram. Pode mandar um e-mail para eles: oculosdare@gmail.com ou um Whatsapp: (21) 999445510.


A Zaambinni é uma marca mais simples, porém com estampas maravilhosas. O camisetão de mandalas foi a minha peça desejo, porém o vestido azul de estampa geométrica da primeira foto também captou bastante a minha atenção. A dona foi um amor de pessoa comigo e conversamos por um tempo. Não cheguei a pegar preços, pois assim que acabei voltei a me deslocar, mas vocês podem tirar suas dúvidas através do e-mail zaambinni@gmail.com ou entrar no perfil do Facebook

Essa foi apenas a primeira parte de um evento brilhante. Muitas marcas ainda estão por vir, inclusive uma das minhas favoritas. Mas volto a falar disso amanhã com o Rio Fashion Day - parte dois que vai trazer mais acessórios, mochilas, roupas maravilhosas, os looks que as meninas usaram e até comida. Amanhã venho aqui terminar de contar tudo.  Para quem quiser saber um pouco mais sobre o evento acesse a Página do Facebook.

Espero que tenham gostado e me contem qual a marca que vocês mais gostaram nos comentários ou na página do Blog.

Coroa de Flores

sexta-feira, 13 de março de 2015


As coroas de flores estouraram mais ou menos em 2013 e se mantiveram fortes até os dias atuais como um dos acessórios preferidos das meninas. Meu post vai ser dedicado à elas. Já que sou apaixonada, vim trazer dicas de como usar, mostrar as coroas que comprei recentemente e indicar alguém para que vocês possam comprar também.

As flores podem compor muitos estilos diferentes: vão desde o hippie, onde implantaram suas raízes originalmente, lá nos anos 70, até o romântico que as adotou com vigor nos últimos anos. 

Elas fazem sucesso por três motivos: são práticas, combinam com tudo e há uma variedade imensa de tipos no mercado. O bom dela é que você pode estar totalmente básica, porém se colocar esse acessório na cabeça o seu look muda completamente. Existem diferentes maneiras de estilizá-la e eu pretendo mostrar alguns exemplos.


As coroas são versáteis e podem ser combinadas em um look despojada, rock ou girly. 

Os tamanhos também ajudam a harmonizar as cores e tecidos. Para algo discreto use flores pequenas e em tons neutros ou pastéis - as rosas pequenas são ótimas para isso e bem fáceis de usar. Para dar mais dramaticidade ao look procure usar flores maiores e mais exageradas. Mas nesse caso procure não pesar tanto em outros acessórios e roupas. 


As diferentes cores possibilitam uma infinidade de combinações.

Procure abusar da sua criatividade, não existe um manual certo na hora de combinar tudo - apenas tome cuidado com exageros. Faça um jogo de cores e texturas e não tem erro. Procure ir atrás de flores diferenciadas - deixo mais a dica da rosa preta que tira completamente o ar romântico da produção, apesar de ser delicada. 

Coroas grandes dão certa sofisticação e um ar de cinema ao look.

Enquanto que as pequenas dão leveza e suavidade. 

Para finalizar esse belo post natural, deixo aqui uma dica: 

A Vitória Basile é uma menina maravilhosa que faz Coroas lindas e por preços acessíveis. Já vi pessoas vendendo coroas piores por valores abusivos, mas posso garantir que ela faz direito. Vocês podem conversar com ela para marcar um horário e um local de entrega, ela é super atenciosa e fofa. Eu sou muito exigente com as flores, as cores, as texturas e a organização. Já rodei o Saara e feiras a procura de boas coroas, porém ou eram caras demais ou eram mal feitas - ou simplesmente não faziam o meu estilo. Porém as da Vitória me atenderam perfeitamente. Quer provas? Tirei algumas fotos das que ela fez pra mim. 



Cada coroa simples (de uma flor só) custa R$20,00. Na compra de duas sai por R$30,00.

Escolhi cores neutras porque meu cabelo é escuro e gosto do contraste que o branco faz com eles. No momento que vi a coroa de Margaridas me apaixonei, porém o resultado no meu rosto ficou incrível com as rosas também - de certa maneira até achei que combinou mais comigo. 



Detalhes das rosas.



E os detalhes das margaridas.

Caso tenha gostado das coroas da Vitória clique na imagem abaixo para ser redirecionado a página dela no Facebook. Recomendo muito o trabalho dela. Eu adorei as coroas e espero que vocês gostem também. E caso queiram ver o resultado das coroas no meu rosto entrem no meu instagram e me digam: qual das duas vocês gostaram mais?

Feminismo vs Machismo

domingo, 8 de março de 2015


Essa é a segunda vez que eu venho falar sobre o tema no meu blog. No primeiro post eu dei uma geral bem básica, apenas para apresentar à vocês o projeto da Emma Watson pra ONU. Hoje eu vim realmente debater sobre o assunto por dois motivos: essa é outra blogagem coletiva só que com um grupo selecionado de blogueiras que eu participo chamado Blogosfera da Vida Real e o tema desse mês foi o Feminismo e porque recentemente me vem vindo milhares de notícias relacionadas ao assunto, bem como equívocos por partes das pessoas.

Vou começar definindo ambas palavras:

Machismo: Consiste num determinado conjunto de atitudes e ideias que coloca o sexo masculino em um patamar elevado na sociedade, subjugando o sexo feminimo e não admitindo a igualdade de direitos para o homem e a mulher. É muito identificado com o patriarcado, sendo este o nome dado a estrutura que relega privilégios aos homens. 

Feminismo: É um movimento social, filosófico e político que tem como objetivo direitos iguais e uma vivência humana por meio do empoderamento feminimo e da libertação de padrões opressores patriarcais, baseados em normas de gênero. Envolve diversos movimentos, teorias e filosofias que advogam pela igualdade entre homens e mulheres, além de promover os direitos das mulheres  e seus interesses.

Definições retiradas do Wikipédia.

Antes de começar o texto quero comentar algumas coisas já prevendo possíveis comentários: 

- Empoderamento Feminino não significa superioridade feminina, significa dar poder e liberdade de escolha às mulheres naquilo que elas não possuem por causa de vertentes sociais em voga atualmente

- Direitos das Mulheres e seus interesses não significa que o feminismo visa APENAS os interesses das mulheres, e sim que se enfoca nisso porque a mulher é a classe vitimizada no modelo machista.

Dito isso, vamos ao texto:

Notícias e comentários recentes referentes ao assunto tem me deixado incomodada. Acho que depois de tudo o que tenho lido nessas últimas semanas o que mais me deixa triste é ver a falta de conhecimento das pessoas sobre o assunto. Acho que comentei isso no outro texto, hoje em dia há um medo crescente da palavra feminismo. Quase como se fosse uma ditadura política. As pessoas não querem se identificar como tal, pois são reprimidas. São taxadas de Feminazis e extremistas. São desacreditadas da necessidade de uma causa. E por fim, são julgadas como mulheres que detestam homens, querem assumir o controle, colocar os peitos para fora - até quero, mas vamos falar disso mais embaixo, quando eu tratar de liberdade sexual - e querer causar polêmica. 

Há uma ideia equivocada de que o Feminismo não é mais necessário, pois já teríamos atingido uma posição em que a mulher tem o seu espaço na sociedade e, portanto, tem os mesmos direitos que os homens. Embora tenham pessoas que distorcem a sua visão e deixem a causa com menos credibilidade, o Feminismo não se faz menos importante.


A foto acima vem circulando durante um tempo e já vi muitas pessoas na minha timeline compartilhando e na primeira vez que li eu fiquei muito irritada e entrei em uma discussão ferrenha sobre o assunto. Porém, vamos aos fatos que ele comenta na foto:

- 90% das brigas judiciais por guarda e pensão são ganhos por mulheres. Encontrei uma matéria que fala um pouco sobre o assunto e as medidas que já estão sendo tomadas para isso: http://sites.uai.com.br/app/noticia/encontrobh/atualidades/2014/12/23/noticia_atualidades,151732/dilma-sanciona-lei-da-guarda-compartilhada-compulsoria.shtml

Por que a custódia é preferencial à mulheres? Talvez porque por séculos a mulher sempre foi a encarregada da casa e do cuidado dos filhos e apesar de, hoje em dia, isso estar mudando, é uma concepção ainda muito arraigada dentro do subconsciente da maior parte da população. São convenções sociais que não vão mudar de um dia para o outro, porém as feministas lutam para que mudem. Não é um privilégio feminimo, é quase que uma obrigação. Quando os juízes dão preferência às mulheres só por elas serem mulheres estão impondo a ela que é sua - e apenas sua - obrigação cuidar do filho. 

- De cada 11 mortes por violência, 10 são homens. A maior parte das mortes por violência hoje em dia de homens são causadas por assaltos nas ruas e acidentes. Não tem relação nenhuma com as mulheres. Em contrapartida, a maior parte dos casos de mortes dentre mulheres é causado devido à violência doméstica ou então são vítimas de estupro ou por discriminação por ser mulher - claro, que também  há a parcela de pura violência das ruas e acidentes. Consegue perceber a diferença?

- Homens são apenas 40% nas Universidades. Em contrapartida dominam o mercado de trabalho. A sociedade é menos exigente com os homens e além de quererem que as mulheres provem a sua capacidade ainda há o problema da disparidade de salários que, infelizmente, ainda é uma realidade para muita gente. Além disso o processo para entrar em universidades é dado através do ENEM ou através dos VESTIBULARES e se as mulheres estão se sobressaindo nesse quesito é porque há uma pressão enorme em cima delas. Especialmente se o foco da mulher em questão for a carreira ao invés da família.

- Não tem Dia Internacional. O Dia Internacional da Mulher é um reconhecimento das necessidades de haver direitos iguais para ambos os gêneros. Foi criado em homenagem às mulheres que trabalhavam em fábrica no dia 8 de março de 1908 que ao exigirem igualdade salarial dentre outros direitos foram trancadas dentro da fábrica que em seguida foi posta em chamas. 

- Hospitais especializados e leis que beneficiem a mulher. A gestação de um bebê é algo que demanda muito do corpo da mulher. Psicologicamente, fisicamente, socialmente e etc. Hospitais são criados para que a vida da mãe e a vida do bebê não sejam postas em perigo. Sabe quem fica feliz com um bebê saudável? O pai. E as leis que beneficiam as mulheres foram criadas visto uma necessidade de tentar acertar os problemas sociais que ocorrem, como a violência doméstica. Antes da Lei Maria da Penha, por exemplo, mulheres morreram por terem sido desacreditadas do que acontecia com elas. 

- O câncer de próstata mata proporcionalmente o mesmo que o de mama. Assim como há campanhas para a prevenção do câncer de mama, também há para o de próstata. Porém, você sabe como é detectado cada um deles? O de próstata basta um exame de sangue e um toque retal. O de mama exige um aparelho de alta tecnologia que custa caro. Deu para entender porque os investimentos são maiores? Agora eu pergunto: se para detectar o exame de próstata é algo tão simples então por que os homens NÃO FAZEM? Talvez por acreditarem que o toque retal diminuirá sua masculinidade, talvez porque são levados a acreditar que não precisam se preocupar com a sua saúde tanto quanto às mulheres e sim, talvez, por um pouco menos de informação sobre o assunto também. Existem n fatores e nenhum deles diminui a necessidade de investir nos aparelhos para detectar o câncer de mama.

- Homens são 80% dos moradores de rua e cometem 90% dos suicídios. Ok, qual a relação das mulheres nesse caso? Foi por culpa delas que isso acontece? Isso é um problema social que não envolve o feminismo em nenhum aspecto. É importante e precisa ser resolvido, porém não entendi o porquê de ser usado como argumento CONTRA o feminismo, sendo que não há nada ligando os dois. Além disso a taxa de suicídios alta pode significar desleixo por parte dos homens, como comentei acima homens são levados a acreditar que cuidar do corpo, e consequentemente, da mente é algo que a mulher deve fazer e quando o fazem são taxados de gays. 

- O Exército é obrigatório apenas para os Homens. O Alistamento é obrigatório e acredito que todos deveriam se alistar ao completarem 18 anos, pois acredito em um exercício de patriotismo e apesar de odiar muitas coisas dentro do sistema militar, acho que eles ensinam muito sobre como amar e respeitar o próprio país. E acho que se servir tiver que ser realmente obrigatório homens e mulheres deveriam fazê-lo. Sem exceção. Nenhuma mulher que eu conheço trata isso como um privilégio. Na verdade reforça um ideal machista de que somos frágeis e portanto não podemos lidar com o perigo.

- Licença Maternidade é de 180 dias para mães e 5 dias para pais. Se o objetivo desse comentário foi querer que mulheres também tenham 5 dias apenas de licença então eu preciso apontar a total falta de consideração com a mãe que acabou de passar por um período de gestação e precisa de tempo para se adaptar, além de ter que cuidar de um recém nascido que depende totalmente dela. Se o objetivo foi pedir que o pai tenha uma licença de 180 dias, então eu concordo, pois a mãe precisa de ajuda nesse período de tempo já que precisa exercitar o descanso para poder se recuperar da cirurgia e de se adaptar novamente as mudanças que chegam no seu corpo. Esse último é algo que o Feminismo apoia já que visa igualdade para ambos os gêneros fazendo o seu uso de argumento contraditório desnecessário.

- Titanic. Esse argumento foi a piada do texto para mim. Na época a preferência de salvamento foi dada, pelos próprios homens, para as mulheres e crianças, pois eles acreditavam que as mulheres eram seres frágeis que mereciam ser salvas. Como já disse acima, essa é uma vertente machista que o Feminismo luta para quebrar.

- Homens como lixeiros, pedreiros e trabalhadores de minas de carvão. Assim como vários outros problemas que o machismo nos traz, um deles é a ideia de que o Homem é o provedor da casa, bem como o forte e portanto deve praticar o trabalho braçal. Convenção social é um problema sério, pois se infiltra na sociedade e em nosso pensamento e antes que a gente perceba mulheres são desmerecidas na hora da escolha de cargos desse tipo. Além disso, podem haver mais homens nas ruas como gari, mas com certeza há mais mulheres dentro de casa como empregada, donas-de-casa e babás. Do mesmo modo que rola o preconceito na hora de inserir a mulher nesses cargos, rola o preconceito por parte dos homens de fazer esses serviços. E ainda, todos esses empregos preveem as leis trabalhistas e carteira assinada, coisa que as mulheres que se voltam para a prostituição, por exemplo, não tem

Além de tudo isso, acho importante falar sobre mais uma coisa:

- A questão da luta por uma liberdade sexual mais expressiva. 

Mulheres devem ser bem comportadas, não podem usar roupas curtas e muito menos falar sobre/fazer sexo antes do casamento

Mulher para casar é aquela que não pega muitos caras em uma noite, ou que faz sexo logo no primeiro encontro, ou que não fala palavrão, ou que sabe cozinhar. 

Esses são dois exemplos do quanto a posição da mulher em relação ao seu próprio corpo é julgada e delimitada. De modo que quando ela sai um pouquinho do "ideal" é taxada dos mais diversos apelidos: vadia, puta, cadela...

O Feminismo luta por uma sociedade em que peitos femininos não devam ser problematizados e sim, ser considerados algo natural do corpo da mulher. O Feminismo luta para que uma menina tenha a liberdade sexual que quiser e a use da maneira que bem achar necessário, seja usando roupas curtas, seja ficando com várias pessoas em uma noite só - e que nada disso seja usado como pretexto para um estupro depois. O Feminismo luta para que rótulos como "mulheres para casar" não existam mais. 

Não assisto big brother, mas uma notícia sobre a casa é que me impulsionou a falar sobre isso agora no final: quando um dos casais praticaram sexo sem camisinha e a preocupação recaiu toda sobre a menina. Ela foi a culpada por não ter obrigado o parceiro a usar camisinha e a se proteger, além de ter sido taxada como puta por ter se submetido a algo assim. Nós mulheres não temos a obrigação de nos preocuparmos com os cuidados que os homens tem sobre seus corpos. Eles não querem pegar uma doença ou ter filhos precocemente tanto quanto a gente. Não cabe a nós ficar lembrando-os. Cabe a eles mesmos ter essa responsabilidade. 


Blogosfera da Vida Real é um grupo selecionado de blogueiras criado pela Lis, dona do estilo pra vida. Esse mês nós nos reunimos em uma blogagem coletiva para falar sobre o Feminismo em um especial do Dia Internacional da Mulher. Tentem dar uma olhada no blog da Lis, da Carol, da Alê e da Bruna para ver o que elas falaram sobre o assunto. 

Espero que tenham gostado do post de hoje, e eu desejo um ótimo Dia Internacional da Mulher para todos!

Quero + Pizza • Design e Desenvolvimento por Lariz Santana