sexta-feira, 17 de março de 2017

RESENHA: A BELA E A FERA (2017) - SEM SPOILERS


Apagam as luzes. Entra a frase “Once upon a time, in a faraway land...” exatamente como no desenho. Mas no filme ao invés de vermos a história através das vidraçarias, vemos ao vivo e a cores. Vemos com pessoas, personagens que respiram, sentem e dançam ao som da música do salão enquanto o narrador conta a história de um príncipe cheio de regalias.

A abertura do filme, nos leva de volta para a história que a gente apenas ouve ser brevemente introduzida no desenho. Nos traz um novo olhar sobre o príncipe, a feiticeira e todos no palácio. A gente consegue absorver melhor o início, pois não é apenas alguém nos contando o que aconteceu (embora tenha um narrador) e sim a gente presenciando como se fizéssemos parte da história.


Quando finalmente aparece a casinha ao fundo de uma vila e a Emma Watson sai da porta: eu simplesmente não consegui me segurar: eu comecei a chorar. Para quem cresceu com os desenhos clássicos da Disney (e principalmente para quem é tão fã como eu) fica muito difícil não se sentir encantado pelo filme. É nostálgico! A abertura é tão familiar e tão fiel ao original que é emocionante. E não apenas isso: palmas para a fotografia e o figurino do filme. Ouça quando eu digo que (quase) toda a caracterização dos personagens e do cenário está idêntico ao desenho.

É uma semelhança tão intensa que mesmo as partes que divergem do filme original (falarei mais sobre elas mais embaixo) passam quase que despercebidas, pois você fica tão imerso na maneira em que a Disney conduz o live action que frequentemente você se esquece de que o desenho e o filme são adaptações diferentes. 


A ATUAÇÃO, A CARACTERIZAÇÃO E OS PERSONAGENS

Não preciso nem comentar a atuação da Emma Watson, sempre foi meu sonho ver ela interpretando a Bela – desde as épocas do tumblr em que eu ficava brincando de adivinhar quem seria quem se a Disney um dia fizesse os live actions. Ter a Emma como Bela não apenas se provou uma escolha certeira como também é um sonho realizado. 

A Fera está mais humanizada. Nas partes em que ele é grosso e rude não são tão fortes ou impactantes como no desenho, em contrapartida, você sente melhor a sua mudança. É mais fácil de entender que a Fera não é de todo ruim e que existe bondade dentro dele. Tem uma cena muito importante relacionada a essa humanização da Fera, no final – preste atenção na conversa da Fera com os personagens do Palácio, logo após a Bela ir resgatar o pai – eu achei um diálogo, deveras, importante para reforçar a importância da mudança do príncipe. Eu gostei que também deram mais espaço para a Fera nesse filme, inclusive uma música inteiramente nova que fez jus ao personagem e ao momento da história.

O Gaston e o Le Fou foram de longe a melhor interpretação, se comparados ao original. Gaston está mais vilão que nunca, dessa vez vemos ainda um lado de grosseria inteiramente novo. Talvez veio para substituir algumas cenas clássicas do Vilão que foram removidas do filme. Quanto a caracterização e atuação de Luke Evans foi pura e simplesmente perfeita. Nunca vi um Gaston tão egocêntrico, temperamental, fútil, burro, covarde e cruel como mostrado no filme. Como prometido, pelo produtor do filme, há uma breve explicação do porque ele é venerado na vila (mesmo sendo um grande babaca), mas acho que isso poderia ter sido mais aprofundado. Eu gostaria de conhecer mais da história e do passado do personagem.

Temos um LeFou diferente. Mas calma, diferente não quer dizer ruim. Muito pelo contrário: me arrisco a dizer que o LeFou é a melhor parte do filme. Nos foi prometido um personagem gay que estivesse em conflito consigo mesmo e, realmente, foi isso que foi entregue no filme. LeFou não é mais apenas o sidekick do Gastão, que faz tudo que ele quer sem questionar; Nesse filme ele também está mais humanizado. É perceptível em algumas cenas o esforço que ele faz para manter o Gastão “mais amigável” e também o valor crítico que suas expressões e falas denotam quando ele critica (sutilmente) as atitudes do vilão. Por mais que LeFou seja fiel ao Gastão: a gente vê que ele luta consigo mesmo entre o certo e o errado, entre o que ele quer e o que ele merece, entre apoiar o Gastão ou não. E isso traz novos ares para o filme, pois confirma que ninguém é totalmente preto ou branco. Existem nuances e pessoas boas também podem fazer coisas ruins se influenciadas por alguém de condutas duvidosas. 


Eu me decepcionei com a caracterização dos itens do palácio; não todos, mas alguns foram difíceis de engolir. Mas antes de falar da caracterização, quero falar da dublagem: enquanto que o que eu via na tela quebrava um pouco a magia, o que eu ouvia era bem diferente. Ian Mckellen fez um excelente Clogsworth, Ewan Mcgregor foi tão fiel ao Lumiére que eu me emocionei na primeira vez que ele fala no filme. E a Emma Thompson como Ms Potts, foi difícil, mas ela conseguiu trazer a calmaria, tranquilidade e experiência maternal que Angela Landsbury nos traz no original. Adorei que introduziram o Maestro, Stanley Tucci não faz muito, mas é interessante ver a relação de todos dentro do palácio. Outra coisa incrível foi a inserção de personagens negros no filme, que não eram no desenho: Plumette e o Guarda Roupa são mulheres negras. Poderia ter tido um elenco mais diversificado ao meu ver, mas já fiquei feliz de ver que uma personagem branca no desenho (Plumette) foi propositalmente tida no filme como negra. 

Uma coisa que me incomodou, eu confesso, foi a falta de semelhança na aparência dos objetos do filme em comparação com o desenho. Alguns ficaram bons e combinaram com a estética do filme como o guarda-roupa (que tem uma aparência mais vitoriana e embelezada) e o Lumiére que ganha um aspecto mais humano no seu design. Mas outros simplesmente quebraram a magia para mim: o Clogsworth parece impessoal demais, parece muito mais como um relógio inanimado do que, de fato, um dos personagens que mais gosto no desenho (o efeito não ficou tão legal como no Lumiére). Mas o que mais me incomodou foi a falta de fidelidade com o desenho em relação a Ms Potts e ao Chip. O design do desenho, o bule branco com a tampa roxa lembrando levemente a toca que Ms Potts usava é tão icônico que eu simplesmente não consigo entender porque mudaram tanto os dois. O novo design de ambos não lembra nem de perto o desenho e como esse design específico é tão importante e tão marcante quando se trata de Bela e a Fera, isso quebrou um pouco a magia pra mim. Eu acho que dava para ter mantido sim o design do desenho e ficaria mais reconhecível por todo mundo.

Embora o Design tenha me incomodado não foi o suficiente para estragar os personagens, pois como falei a dublagem foi impecável. Eu não via Ms Potts, mas eu ouvia ela com clareza, assim como todos os outros. 


A HISTÓRIA E OS CENÁRIOS

Em relação a história vocês podem esperar, é claro, os elementos principais do desenho, mas o filme não está idêntico. De fato ele traz muita informação nova. No filme aprendemos um pouco mais sobre a vida de Bela e do seu pai. A verdade é que o filme veio para complementar a história do desenho belamente, trouxe uma nova perspectiva de personagens como a Bela, o pai dela, a Fera e inseriu novos detalhes que o desenho deixa muito em aberto na história (no filme a gente recebe uma explicação mais concreta do porque as pessoas que trabalhavam no castelo também foram amaldiçoadas junto com a fera, por exemplo). O Filme amarra muitas pontas que o desenho não explica, porque na época não parecia ser necessário para uma animação, mas em um filme super produzido sim. Por esse motivo também que mudaram algumas cenas icônicas no desenho (como a cena da biblioteca, que no desenho é algo bem marcante e no filme é mais trivial). O filme abre espaço pra explorar com mais tempo o amor entre a Bela e a Fera se desenvolvendo, mas em alguns aspectos parece que ele peca na sutileza que o desenho teve quando mostrou isso primeiro (e teve um tempo consideravelmente menor pra isso). 

O vestido da Bela é bonito, mas também é diferente do desenho - o que talvez possa ser decepcionante para algumas pessoas que, com a super produção do filme esperavam algo mais próximo do original. Além disso teve uma cena em que ele é meio que "deixado de lado" e eu fiquei na dúvida sobre o impacto que essa cena teve - ao mesmo tempo que mostra uma princesa se “desfazendo” do seu vestido, também me passou um pouco de descaso com outra parte icônica do desenho. Acho que poderia ter sido feito de um jeito melhor. 

A grande cena do baile é belíssima. O salão é idêntico ao do desenho e a dança dos protagonistas ao som de Beauty and The Beast é emocionante demais. Não supera o original, pois nada consegue ultrapassar a graça com que Angela Landsbury foi capaz de cantar essa música, mas é o suficiente para levar lágrimas aos olhos. Como eu disse: algumas partes do filme são nostálgicas demais e fica impossível até para o mais crítico não se emocionar com algo tão bonito. 

No geral o filme foi bem conduzido do início ao fim, também temos um melhor aproveitamento da Feiticeira; esse filme traz um novo item que ela teria deixado pra Fera, além de usarem ela como uma personagem um tanto quanto onipresente.

A minha maior decepção em relação a história talvez tenha sido o clímax,  o grande momento quando a última pétala cai, enquanto que a cena da Bela com a Fera é o mais fiel possível que seria do desenho (tem algumas pequenas alterações, mas que não impede a emoção que a cena quer passar). A partir do que eu li de comentários do produtor em que sentiríamos especialmente o peso que seria de vermos os objetos perdendo vida, eu esperava mais. Eu esperava que não apenas a grande despedida entre a Bela e a Fera me fizesse chorar como também a despedida de Lumiére, Clogsworth, Plumette, Chip, Ms Potts… e no entanto, achei que ficou um pouco corrido e aconteceu rápido demais. Não atingiram o objetivo ao meu ver, pois é muito mais doloroso ver a despedida entre a Bela e a Fera do que dos outros objetos, pois parece realmente que foi feito de maneira relapsa.  

 A TRILHA SONORA

A Trilha Sonora, mais ou menos, como a história do filme, foi modificada para atender melhor a história. Novas músicas foram introduzidas e complementam o filme trazendo um ar de novidade, mas ao mesmo tempo encaixando partes que a gente nunca pensou que precisariam de um encaixe. A Bela e a Fera sem dúvida é muito mais musical que a Cinderella, a música representa uma grande parte do filme, assim como no desenho. Algumas estrofes de algumas músicas sofreram poucas alterações, mas no geral, como sempre: a trilha sonora está belíssima. Novamente: palmas para os atores de Gaston e LeFou que interpretaram seus atos com maestria, a voz de Josh Gad (LeFou) e Luke Evans (Gaston) se complementaram em harmonia (apesar de que ainda prefiro a voz do Gaston no desenho, pois me passa uma imagem mais condizente com seu personagem - a voz do Luke Evans não é forte ou grave o suficiente para se comparar com o original, mas mesmo assim ele fez um trabalho incrível. Como já disse: foi uma adaptação de Gaston simplesmente maravilhosa). 


CONCLUSÃO

Eu acho que a Disney poderia ter melhorado em alguns aspectos, mas no geral foi uma adaptação muito bonita que me emocionou do início ao fim. Eu nunca esperava ver alguma das animações clássicas sendo adaptadas no cinema e simplesmente poder ver o filme e sentir exatamente as mesmas sensações que eu sentia quando ouvia a Bela cantar “Little town is a quiet village…” não tem preço e eu não trocaria essa experiência nova com requintes de nostalgia por nada desse mundo. Eu acho que se você é fã, independente dos erros que a produção possa ter tido, é um misto de sensações que vale a pena ter de novo. Eu adorei o filme, eu adorei os atores e foi muito bonito pra mim, quando as luzes se acenderam e todo mundo simplesmente começou a aplaudir enquanto Ariana Grande e John Legend cantavam a sua versão (igualmente incrível) de Beauty and The Beast. 

Num rank de 5 estrelas, eu daria 4 para a Bela e a Fera. 

Eu espero que vocês tenham gostado da minha avaliação. Me contem nos comentários o que vocês acharam da minha resenha e se ela despertou em vocês a curiosidade de ver o filme. Me contem também o que acharam de trazer mais resenhas aqui pro blog. É uma coisa que vocês gostariam de ver? Com que frequência? 

Não esqueçam de me curtir a página do Quero Mais Pizza e me seguir no Instagram @queromaisfotos

Até o próximo post <3 

Comente com o Facebook!

33 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAAA SÓ DESPERTOU MAIS AINDA MEU DESEJO DE ASSISTIR <3
    Cara, eu amo tanto esse Filme, tanto nesta adaptação tanto nos outros, esta princesa, esta história, sei lááaaaaaaaa é tudo tão perfeito! <3

    Eu amei o post, miga, tu é diva!

    BEJO! 🦄🦄

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. QUANDO ASSISTIR ME CONTA O QUE VC ACHOU <3 a gente papeia sobre tudo hahaha que bom que gostou da minha resenha e o filme tá lindão sim

      Excluir
  2. Estou louca para assistir! Infelizmente na minha cidade não tem cinema, então vai demorar até eu poder ver, estou muito ansiosa para ver a interpretação da Ema Watson.. mas me decepcionei que o cenário falhou um pouco em relação ao desenho </3 kkk

    http://acordeicinderela.blogspot.com.br | Beeijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não se preocupa que o filme continua lindo, é uma bela adaptação sabe? Dá pra se emocionar sim. E a Emma foi linda <3

      Excluir
  3. Que resenha maravilhosa! Tudo muito completinho e rico em detalhes. Parabéns pelo post. Está excelente. Estou louca para ver, mas não consegui comprar os ingressos ainda. Vou ter que esperar um pouquinho. Só de ver o trailer eu quase choro! Imagina no filme! haha
    www.brincandodeolivia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário gostoso de receber <3 Muito obrigada pelos elogios <3 Espero que você se emocione tanto quanto eu me emocionei vendo o filme <3

      Excluir
  4. Carolina Fortunato17 de março de 2017 17:08

    Eu amei o filme do início ao fim! E ao contrário das críticas que eu já li, a sua fala que faltou algumas pequenas coisas pro filme adpatado, já em outros colocaram a live-action como um remake e meio q reclamaram de estar igual ao clássico e eu fiquei tipo, wtf?????? Eu realmente amei o filme e as mudanças que tiveram, como a Bela mais feminista e menos princesa e apesar do vestido não ter sido fiel ao original eu amei demais!
    Ótima resenha! Beijão ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Fortunato17 de março de 2017 17:09

      Adaptado***

      Excluir
    2. Não faz sentido reclamar de estar muito próximo do desenho, pois não tem como fugir da história principal né? Além disso quem é fã e conhece a história sabe que o filme TEM sim muitas diferenças em relação ao original. É nos detalhes que reza a beleza desse filme e foi isso que eu amei tanto <3

      Excluir
  5. Eu estava completamente animada pra ver o filme e não via a hora de vê-lo semana que vem (aproveitando que minha irmã entrou de férias). Mas, confesso que sua resenha me desanimou um pouco. Ainda quero ver, lógico, mas não estou tão empolgada quanto antes.
    Sua resenha está muito boa e bem detalhada, já tinha me decepcionado com o Zip e a Madame Samovar não serem exatamente iguais ao desenho. Mas, tava relevando por ter achado a adaptação mais fiel ao original que já tinha visto, só que pelo o que você disse é muito diferente. As roupas e alguns cenários... sem contar com a Fera, sei lá, acho que ele deveria continuar todo rude, afinal, era isso mesmo que ele era por causa da prepotência que o príncipe tinha. Algo que só com a convivência com a Bela, ele vai mudando por ver que aquele comportamento não era bom.

    beijos,
    deloucostodossomosumpouco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaaah não fica desanimada não. Todo filme tem suas falhas, o filme tá lindo e faz jus ao desenho sim <3 Vale super a pena <3 São poucas as coisas que diferem do desenho, a Fera não é tão assustadora quanto no desenho, mas isso não significa que ela não é assustadora no filme. Eu acho que a digitalização da Fera e principalmente os olhos dela são tão realistas que mesmo quando ele grita, você não sente todo o impacto quanto no desenho porque os olhos dele não são "maus"entende? Pelo menos foi o que eu senti. Mas nada das coisas "ruins" que eu falei tiram o mérito do filme, foi muito bem feito

      Excluir
  6. Menina do céu, quando li que o post era sobre A Bela e a Fera, me empolguei, quando abri o post, OMG que gigantesco.... Mas bora lá criar coragem e ler tudo... Eu já li o livro, há muitos anos e portanto estou esperando que a caracterização seja como a do livro que li e não como a do desenho que já conhecemos, vi que vc se decepcionou um pouco com isso, o que me gerou ainda mais curiosidade em ver o filme... Mas no geral, achei sua resenha bem completa (até demais hahaha) e não desanimei, mas sim me empolguei ainda mais e quero muito muitooooo ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então eu não sei se vai ser como no livro, tipo o filme é da Disney e é uma adaptação da animação que a Disney fez. A questão do vestido é que assim: lembra o do desenho, mas não é exatamente o mesmo entende? Mas o filme é sim muito parecido com o desenho, algumas cenas foram tiradas, acrescentaram novas partes na história, mas a essência é a da animação. Mas claro, eu também não li o livro né então não tenho como comparar.

      Excluir
  7. Fiquei tão feliz em ver que eu não fui a única que ficou decepcionada com a aparência da Mrs. Potts e o Chip!! Quando o primeiro trailer saiu, eu fiquei tão chateada e surpresa quando vi que os meus tão queridos personagens estavam completamente diferentes.

    A sua resenha ficou perfeitinha e muito completa! Parabéns :)

    www.blogtwee.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 simmmmm a aparência da Ms Potts me deixou muito desencantada haha, mas o Lumiére eu até gostei

      Excluir
  8. É tanto Mkt em cima desse filme que me expectativa tá lá em cima, só espero não me frustar.
    (acho) Para mim não vai ser um problema os personagem não ser igual ao do desenho, mas só dá saber assistindo, né mesmo!!? hahaha
    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não vai se frustrar não. mesmo com as falhas o filme tá bem bom, prometo <3

      Excluir
  9. Eu estou muito empolgada para ver o filme de verdade. E entendo que não vai ser como a animação. Nenhuma adaptação consegue ser extremamente fiel, afinal são pessoas ao invés de personagens de livros os desenhos. Acho que entender isso é muito importante e mais um passo para conseguir aproveitar o filme.
    Estou tentando baixar minhas expectativas porque gosto de assistir todo filme não esperando muito mas não tem como nesse, é a Emma Watson <3
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, até porque a própria proposta da Disney não era pra ser igual a animação; eles queriam trazer algo novo, mas que tivesse um ar de clássico (e isso eles conseguiram).

      Excluir
  10. Obrigada Obrigada e Obrigada por não dar spoilers hahahaha
    Também sou apaixonada por Bela e a Fera é sem dúvida a história de amor mais linda que a Disney pode criar. Estou super animada para assistir vou hoje e meu coração está acelerado hahaha Pareço uma criança 😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu dei o meu máximo para não dar spoiler nenhum hahaha escrevi com muito cuidado mesmo. A Bela e a Fera é um dos meus desenhos favoritos também e tem as músicas que eu mais gosto de ouvir <3

      Excluir
  11. Confesso que passei os olhos na sua resenha por medo de qualquer spoilers minimo que seja... irei ver no proximo final de semana.

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que você não leu a resenha (tipo que só passou os olhos) porque está sem spoilers nenhum. Como disse no comentário acima eu tive muito cuidado na hora de escrever justamente para que não estragasse a experiência pra ninguém ):

      Excluir
  12. Oi flor! Que resenha incrível! Ainda mais pela missão de conseguir falar do filme sem spoilers. Eu ainda não assisti ao clássico, mas pretendo! A cada texto que leio eu só fico mais ansiosa. Parabéns! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. foi uma missão mesmo HAHAHAHA foi difícil, mas a gente conseguiu <3 ASSISTA AO CLÁSSICO <3

      Excluir
  13. Eu estou muito ansiosa por esse filme, tenho que esperar chegar no Telecine para assistir porque não tem cinema aqui onde moro. Parabens pela resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme está realmente muito bom. Ah miga existe o Popcorn Time, já tentou? Dá uma procurada nesse programa <3

      Excluir
  14. to simplesmente LOUCA pra assistir, 1) a Bela é minha princesa praferida 2) a Emma é minha atriz preferida, ou sejaaa............

    amei seu post ♥

    bjs!
    www.blogmodelando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai AMAR o filme, garanto <3 obrigada <3

      Excluir
  15. Nunca li uma resenha livre de spoiler tão perfeita! De verdade. O modo como você trouxe e comparou todos os detalhes. Eu sou super fã mas não sabia tanto detalhe assim. Os dubladores, as explicações. Você arrasou! Já pensou em ser crítica de cinema? Se daria super bem♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHA AWWWN MT OBG <3 Já quis fazer cinema, mas acabei caindo em Design, o que combinou super comigo. Sou apaixonada pela área, mas amo escrever demais também e to pensando em trazer mais críticas pro blog <3

      Excluir
  16. ESTOU ME SENTINDO DESLOCADA! HAHAH Todo mundo amando e adorando e venerando e dizendo que o filme é maravilhoso (imagino que seja) mas eu não sou e nunca fui fã desses desenhos/histórias da Disney, não me chamam nem um pouco a atenção!! Comofaz? :( Hahaha

    Seu texto tá ótimo, de longe o mais completo que li sobre o assunto. Você escreve bem demaix, né nom? Esse blog é só amorzinho.

    Estou aqui também para avisar que: Você foi indicada em uma TAG! "Viciada por séries". hihi. To aguardando suas respostas. Pode clicar aqui e conferir.

    Beijocas,
    Dossiê de Verão | Fanpage | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOU RESPONDER E VOU CONFERIR AGORA <3 Miga vc tá pisando em chão falso, cê tá falando com uma Disneymaniac. Eu sou completamente apaixonada pela Disney, desde criança. AMO TUDO. Os desenhos, as músicas, os filmes, as séries... nossa amo muito mesmo. Choro, fico boba! Obrigaaaaaaada por ter gostado da resenha <3

      Excluir